Amigo Mala,

Quando decidimos visitar a belíssima cidade de Helsinque, fomos por diversas vezes aconselhados a fazer um bate-volta a partir de Copenhague (veja nosso post a respeito) que também estava em nosso roteiro. Quem nos acompanha já sabe que não somos muitos adeptos a essas escapadinhas, salvo raras e honrosas exceções. Gostamos mesmo é de  sentir a cidade na calada ou barulho da noite. Diante disso, pegamos um voo de Copenhague com destino a Helsinque, onde dormimos duas noites, mas na verdade, só tivemos um dia inteiro. O que achamos? FOI BOM DEMAIS!!!!

.

 

Para que você entenda essa cidade maravilhosa,  uma das mais limpas que já vimos, vamos trazer para você o nosso roteiro, passo a passo. Já sacamos que vocês adoram um roteiro mastigado, não é mesmo?

DIA 01
Chegamos ao aeroporto por volta das 16h50, pegamos um táxi que custou cerca de €50, o que foi vantajoso porque estávamos em um grupo de amigos, e seguimos em direção ao nosso maravilhoso hotel, o Indigo Helsinki-Boulevard. Nós recomendamos demais esse hotel porque além de ser maravilhoso, oferece um custo-benefício sem igual na cidade.
.
.
Após tomarmos um maravilhoso banho, seguimos andando até o Restaurante Savotta, que fica em frente à linda Catedral (Tuomiokirkk), cartão-postal da cidade. Após um delicioso jantar, ainda sob a luz do sol, flanamos pela cidade até retornarmos ao hotel. Aquela iluminação natural noturna, somada ao silêncio das ruas, transformou aquela caminhada em algo muito especial!!!!
Só um detalhezinho sobre o Restaurante Savotta, ele é um ponto ideal para quem quer fazer uma refeição típica, provando linguiça de baleia, de urso e outras iguarias mais. Deliciosas!!! Ah, nós pedimos um menu que vem um pouco de tudo, e a sobremesa estava divina!!! Hummm!!!
.

Esses amigos não podem faltar na nossa mala!!!!

.
.
.
DIA 02
Saímos do nosso Hotel em direção à Igreja das Pedras (Temppeliaukio Kirkko – Lutherinkatu 3, 00100 Helsinki – geralmente de 10h-17h) em uma caminhada de 20 minutos. Ela é totalmente diferente de qualquer igreja que já visitamos porque, como o nome sugere, foi escavada em uma rocha enorme (granito). Todas as paredes são a rocha original. O teto é de madeira, e há várias aberturas para entrada de luz natural. A acústica do lugar é excelente e, por isso, é comum ocorrerem concertos no local. Trata-se de uma igreja luterana moderna. O ticket custa €3. Frustração: quando chegamos lá a igreja estava fechada e só abriria por volta das 12 horas. Não há aviso prévio, já tínhamos lido a respeito. Fique atento a essa possibilidade! Voltamos mais tarde.
.
.
Para não perdermos tempo, e com o intuito de retornar mais tarde, pegamos um táxi e fomos até o Monumento Sibelius que fica no meio de um parque de mesmo nome, ambos em homenagem ao músico Jean Sibelius. O monumento é um belíssimo exemplo de arte abstrata. Feito com 600 canos prateados que formam ondas.
.
.
Depois de tirarmos inúmeras fotos,  pegamos mais um táxi, desta feita para irmos à  Catedral Upenski (Kanavakatu 1, 00160 Helsinki, Finlândia – 10h-15h), que foi construída pelos Russos, durante seu domínio no país. Ela é simples por fora e extremamente trabalhada por dentro. O interior também segue o estilo Russo, ou seja, não há “nave”, nem lugar destacado para congregação, e com todas as paredes extremamente pintadas e trabalhadas. A catedral possui 13 torres “cebola”, representando Jesus Cristo e os 12 apóstolos. Construída sobre uma encosta na ilha de Katajanokka, proporciona uma linda vista da cidade e é considerada a maior Igreja Ortodoxa da Europa Ocidental, com quase meio milhão de visitantes por ano. Ficamos realmente encantados com o interior da igreja.
.
.
.
Como mais 10 minutos de caminhada fomos à Catedral de Helsinque, ou simplesmente “Catedral” (Tuomiokirkko significa catedral em Finlandês – Unioninkatu 29, 00170 – 09h – 18h ) já que foi consagrada a catedral oficial da cidade, depois que a Igreja Luterana foi instituída como religião oficial do país após a queda da dominação russa. Por dentro a igreja é bem “clean” , mas o seu exterior é realmente impactante.
.
 .

.

Ainda antes do almoço, resolvemos conhecer a premiada   Capela do Silêncio (Kampin Kappeli, no original – Simonkatu 7, 00100 – Aberta das 10h às 18 h), encravada na  movimentada praça Narinkka.  A intenção do projeto é que ali  a pessoa possa se isolar do mundo e ingressar na espiritualidade. Incrível, a igreja transmite uma paz intrigante! Saímos com a sensação de que tínhamos flanado horas por um bosque. É uma conversa silente de você com a sua quietude. Foi construída por 3 arquitetos finlandeses e ganhou o Prêmio Internacional de Arquitetura em 2010.

.

.

.

Saindo da Capela do Silêncio seguimos até a Market Square onde pegamos um ferry para  Suomenlinna, que é uma ilha/fortaleza  construída pelos Suecos, como base militar para se protegerem das invasões Russas. Quando os russos tomaram Helsinque em 1808, eles a utilizaram como uma espécie de quartel. Porém, em 1918, quando a Finlândia assumiu seu controle, passou a ser uma área residencial e uma área de lazer. Foi declarada declarada patrimônio da humanidade. Os barcos saem a cada 15 minutos (ferry) ou 30 minutos (water bus) da Market Square (Eteläranta, 00170).

.

.

.

.

Ao chegarmos na ilha, antes mesmo do passeio, almoçamos no maravilhoso restaurante Restaurante Panino.

.

.

.

 

.

Ao retornarmos da ilha, corremos até a   Finnair Skywheel (Katajanokanlaituri 2, 11h às 21h), que é uma roda gigante com  uma cabine fechada (mais ou menos como a London Eye). Dentro da cabine cabem até oito pessoas e o passeio dura entre 10 e 12 minutos, de lá de cima tínhamos uma vista incrível de Helsinque e dos principais monumentos da cidade.Ticket €12. Após o passeio compramos uma Veuvec Clicquot, no próprio local, e sentamos para degustar um pouco da vista com o toque de uma suave champanhe! Momento memorável.

.

 .
.
 Após esse deleite, jantamos em um simples restaurante italiano que não merece indicação, e fomos descansar no hotel, para na manhã seguinte prosseguirmos para Estocolmo.
Esperamos você no próximo post!
E aí, vainamala para Helsinque?